Área de XRF » Visualizando

FLUXO DE FUSÃO

 

Fluxo padrão

 


LT100 – Tetraborato de lítio 100%

Este fluxo é classificado como “ácido” e, em geral, é usado para concentrações mais altas de amostras de óxido básico ou para amostras que contêm altas proporções de calcário. Não é adequado para amostras altamente ácidas. Uma grande desvantagem deste fluxo é a temperatura de fusão relativamente alta (925 °C), que causa desgaste acelerado em aparelhagens e equipamentos de fusão de platina. Na maior parte do mundo, este fluxo está sendo substituído pelas misturas eutéticas pré-fundidas de tetraborato de lítio/metaborato de lítio, que produzem resultados satisfatórios com temperaturas de fusão significativamente mais baixas, prolongando assim a vida útil dos materiais de laboratório e dos aparatos de fusão.

66:34 – Tetraborato de lítio 66%/metaborato de lítio 34%

Este fluxo eutético é mais “alcalino” que o LT100 acima e mais adequado para refratários calcários e aluminossilicatos. A temperatura de fusão é de 875 °C. Este fluxo é amplamente usado na Europa, e suas aplicações e propriedades são muito semelhantes às do fluxo 50:50 usado nos Estados Unidos.

12:22 – Tetraborato de lítio 35,3%/metaborato de lítio 64,7%

Esta mistura eutética é “alcalina” e tem aplicação universal particularmente para aluminossilicatos e mais óxidos ácidos. Em geral, tem tendência menor a rachar e é adequada para a maioria dos materiais, como minério de ferro, areias minerais, cimento, níquel e análises de laboratório em geral. A temperatura de fusão deste fluxo é significativamente mais baixa que a dos fluxos acima, e 825 °C, e a vida dos materiais de platina e do aparato de fusão é, portanto, prolongada com seu uso. A fórmula deste fluxo foi desenvolvida originalmente na Austrália e é usada exclusivamente pelas indústrias de minério de ferro, areias minerais, urânio, níquel e cimento.

LM 100 – Metaborato de lítio 100%

Metaborato de lítio, LiBO2. Seu ponto de fusão é 845 °C; reage facilmente com amostras ácidas e é, portanto, chamado de fluxo “básico”. Adequado para aplicações de química úmida.

Fluxo personalizado

Muitas outras composições para fluxo para raios X são produzidas pela XRF Scientific, incluindo fluxos com base em lantânio, sódio e flúor.  Podemos fazer todas as formulações de fluxo para raios X para atender aos requisitos do cliente.  Entre em contato e nossa dedicada equipe o ajudará a atender todas as suas necessidades específicas relativas a fluxos para raios X. A XRF Chemicals desenvolveu fluxos de padrão interno que demonstraram proporcionar resultados de precisão muito alta para a análise de níquel, minério de ferro e cobre. Em alguns casos, o uso de padrões internos pode eliminar a necessidade de executar “perda de ignição” de alta temperatura, com vantagens significativas em custo e tempo.

Aditivos

A XRF Scientific usa equipamentos de última geração para mistura e divisão com múltiplos estágios para integrar agentes não molhantes, oxidantes ou ambos em nossos fluxos para raios X.

• Agente oxidante de nitrato de lítio 1 – 4%
• Agente oxidante de nitrato de sódio 5 – 20%
• Agente desmoldante de brometo de lítio 0,1% – 0,5%
• Agente desmoldante de iodeto de lítio 0,1% – 0,5%
Departamento: Fluxo / Fluxo de Fusão
ADICIONAR À COTAÇÃO
TOPO DO SITE HOME EMPRESA ONDE ATUAMOS PRODUTOS E SERVIÇOS ÁREA DE XRF PADRÕES DE REFERÊNCIA NOTÍCIAS CONTATO MAPA DO SITE